Translate

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Lembra-te

Lembraste de como era ser feliz? Lembraste como era bom sonhar? Lembraste quando este mundo não era suficiente? Lembraste quando tinhas o melhor dos dois mundos?
Eu já não me consigo relembrar de como era, mas sei que um dia o tive. Agora o mundo mágico caiu em cinzas sobre os meus próprios pés e este mundo parece o inferno.
A musica já não é suficiente para me abstrair da vontade de partir. Partir, não para outro lugar deste mundo, mas, sim, para outro mundo.
De certo que não estará correto desistir de tudo apenas porque sou um fardo para quem me rodeia... mas é isso que me fazem acreditar...
Mas em toda a escuridão há um pedaço de luz, não é? Nem que seja vinda de corpos ardentes além, nem que seja apenas a luz que nos mostra o sofrimento.
Mas luz é sempre luz, de onde quer que ela venha. E é essa luz que tento alcançar.

Sem comentários:

Enviar um comentário