Translate

domingo, 12 de agosto de 2012

pensei bem, pensei errado

Um dia pensei que era tudo. Eras prefeito, mesmo com todas as tuas imperfeições e defeitos, com todas as tuas manias e todas tuas particularidades, eu pensei:

"Mesmo antes de nascer,
Já estava destinado que ao teu lado ia morrer."

Mas no dia seguinte descobri que todos os sonhos acabam ao acordar, todas as promessas quebram-se antes de serem compridas e amor... pois, o amor foi o meu maior traiçoeiro. Eu amava-te como se fosses meu de verdade, como se a distancia não nos separa-se. Amei-te o tempo suficiente para sofrer até ao momento de perceber que nunca te tive, que nunca foste meu e que tu só gozaste comigo. Foi duro ouvir tais palavras vindas da minha mente, mente essa que tinha idealizado uma vida ao teu lado... E agora? Será errado eu ter medo de acabar sozinha? Será correto pensar que não sei ao certo o meu futuro?
Eu pensei ter sido feita para ti, pensei errado. Pensei, depois de tanto amar, nunca me esquecer de quanto te amei., pensei bem. Pensei que seria para sempre, mas sempre tem um fim, por isso aqui está ele a amedrontar-me para continuar a viver o presente.
Mas e agora? Não sei se quero seguir para o futuro se tiver que reviver o passado, voltar a passar pela dor de não ser amado...

4 comentários:

  1. António Lobo Antunues:

    http://web.icicom.up.pt/blog_tres/2009/10/as_mulheres_tem_fios_desligado.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que queres dizer com isto? sentes-te como com um desse homens que o texto descreve?

      Eliminar
  2. De todo! Ou talvez... Não sei. Pois nunca estive numa relação em que os envolvidos abdicassem da sua individualidade e liberdade. Acredito no amor, acredito na possibilidade de uma vida de verdadeiro companheirismo a dois, mas nunca tal cenário se me apresentou. Não por medo. Não por egoísmo. Por as partes não se sentirem uma unidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então devias deixar para de lá a vida mundana e procurar o amor. Porque o amor pode não ser o principio de tudo mas de certo é o fim para muitos dos que o procuram e "um conto de fadas" cheio de lágrimas para quem o encontra... Outros simplesmente esperam que o amor lhes bata à porta mais isso não irá acontecer, porque o amor é como o vento, anda por ai, as vezes devasta corações outra vez é apenas uma suave brisa que limpa a poeira que outro fizeram no nosso coração e por vezes não existe, não aqui, nesta parte do mundo, mas haverá em outra qualquer. Há uma lenda grega que diz que os humanos antes tinham 4 braços, 4 pernas, 2 cabeças mas um só coração e Zeus um dia zangou-se com eles e cortou-os ao meio, fazendo com que tivessem que procurar a sua outra metade para se sentirem completamente felizes. Tu só tens que procurar a tua outra metade ou tal como tu, ela morrerá infeliz :(

      Eliminar