Translate

domingo, 12 de agosto de 2012

amo-te eternamente

Sobre um papel rasgado escrevo bonitas palavras de amor. Palavras que me vão encher de esperanças de amar até ao fim. Porque um sempre não é real e eterno pode ser um segundo. Porque eu sei que te amo o suficiente para morrer por ti. Porque te amo o suficiente para ter medo que não me ames a mim. Porque tenho medo de te amar de mais e sofrer por um final previsto. Porque o tempo é curto para tantos porquês.
Escrevo coisas que tenciono fazer no futuro, ao teu lado porque sem ti... O que há para lá de te amar? O que pode ser mais ambicioso do que amar quem me ama até que o final das nossas vidas acabe por chegar...
Se um dia te perder eu vou à tua procura. Se um dia te esqueceres de mim, eu faço-te lembrar de todos os bons momentos que passamos juntos.
Mas se um dia deixares de me amar, bem, eu guardarei no meu coração o amor que me deste, e guarda-lo-ei eternamente...

Sem comentários:

Enviar um comentário