Translate

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Os Céus de Teus Pesadelos

Fui importante para quem nunca fui... Tornei-me alguém sobre os ombros de quem nunca existiu...
Um dia sonhei, sonhei com tanto e com tão pouco, sonhei contigo, sonhei com o diabo vivo... é isso que realmente és! Foi isso que foste! Chamas ardente que me feriram os meus mais profundos sentimentos...
Tu foste aquele ninguém que devia ter morrido no dia em que aprendeu a sorrir!
Olhar torcido que me fez desejar morrer. Morte essa que deveria ter-te consumido enquanto eu ainda era parte desse mundo vivo...
Queimem asas ardes que rasgam os céus dos teus pesadelos! Céus esses que me fazem vingar do teu comportamento corrosivo! Leva a minha vida que em troca tomo a tua... Leva-a já não me faz mais falta sou parte da morte... Eu sou morte! Mas tu ainda estás vivo e adivinha quem vai a caminho para colectar a tua alma?
Pessoalmente cuidarei do teu castigo e vou torna-lo na minha vida, vou fazer dessa dor o meu verdadeiro desejo, vou consumir o teu profunde medo como se de chocolate tratasse.
Mas dorme mais uma noite, que amanhã de manhã eu torno o que conheceste nas chamas que iram queimar-te para a eternidade.
Bons sonhos meu querido amado.



Sem comentários:

Enviar um comentário