Translate

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Será que digo as vezes suficientes que te amo?

 É porque na verdade eu não te amo simplesmente... Eu amo-te em todos os tempos do verbo amar, até aqueles que eu desconheço. É que te amo mais do que algum dia imaginei amar alguém... Aquilo que sentimos um por o outro é igual a um conto de fadas! Melhor até que um conto de fadas! Porquê melhor? Porque os contos de fadas são histórias inventadas por pessoas românticas, apaixonadas, por alguém que não lhes diz nada! E nós vivemos num conto de fadas que não é inventado nem criado pela frustração de não ser amado, mas sim pelo puro facto de amar tanto alguém!
 Tudo o que eu sonhei até agora se reflecte em ti como um espelho prefeito, em que o reflexo do meu sonho consegue sem mais prefeito do que eu um dia sonhei!
 Tu conheces-me como ninguém e até nos meus maiores defeitos tu vês o declínio da perfeição. Essa é a melhor característica que alguém poderá encontrar no outro que está ali ao seu lado como se aquele sempre tivesse sido o seu lugar...
 Depois disto, da nossa misera vida a trabalhar para pagar todas as dívidas que temos, eu sei que somos só pó, somos pó que se move com o vento e cria formas de corpos que tão de depressa podem estar sobre ou sob a terra... Porque não somos nada mais que pó!
 Mas neste planeta nós somos o único pó capaz de amar e que mais pode dar sentido à nossa vida mundana a não ser o amor?
 E nós, eu e tu, somos o pó mais lamechas do mundo, mas a nossa história será a razão para que o pó que se tenha unido como marido e mulher seja enterrado no mesmo buraco!
 E mesmo quando eu já não abrir mais os olhos, eu sei que faíscas vão percorrer o meu corpo, eu sei que essas faíscas vão se espalhar por todo o mundo até te encontrar... porque o meu pó não pode apodrecer longe do teu, o que nasceu para ficar eternamente ligado fica junto até depois do para sempre acabar.

Tudo isto só para dizer o quanto de amo, porque eu amo-te mais que tudo!
E para dizer que se um dia serei pó sem a capacidade de voar ao sabor do vento, até nesse momento todo o pó que me constitui te irá amar!

2 comentários:

  1. Agora até parece que dizer que te amo não chega...
    Não sei mais o que dizer para alem de que te amo mais que tudo e que adorei este texto. :)
    E agora digo eu:
    "Será que digo as vezes suficientes que te amo?"

    ResponderEliminar