Translate

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

um adeus

Esta será a ultima vez que te escrevo, porque estou farta de chorar por ti. Podes pensar que estou a exagerar, mas não estou. Eu tornei-te minha irmã porque te amava e tu "rasgaste" a nossa amizade vezes sem conta, mas tudo bem, eu sempre tive fita-cola à mão para remediar mas destas vezes foste embora antes de eu conseguir voltar a por tudo no lugar... E pela primeira vez percebi que tomei por irmã alguém que me usou...
Poderia contar as inúmeras vezes que me "avisas-te" de que não éramos as três mosqueteias, afinal, a loira nunca fez o juramento "uma por todas e todas por uma" e a dos olhos verdes nunca teve intenções de cumprir esse juramento, só eu é que mantive na minha mente essa ilusão durante muitos anos...

Depois de "A Loira" nos abandonar no campo de batalha, eu voltei a por-me à tua frente, porque sempre fui melhor na arte da defesa, e tu desapareceste por trás das minhas costas, como sempre fizeste. O meu azar, foi que durante muito tempo, fiz de conta que não te vi longe e quando precisaste novamente da tua cavaleira lá estava eu, de costas voltadas para te defender...
Perdi muita coisa por tua causa! Mas tu perdeste muito mais quando me perdeste a mim...
Contei-te a nossa história e agora é hora de te dizer adeus, porque eu não consigo olhar para quem me traiu. 




Sem comentários:

Enviar um comentário