Translate

sábado, 22 de fevereiro de 2014

Condecorações

O estado português condecorou o Cristiano Ronaldo por nunca ter feito mais nada na vida do que dar pontapés numa bola e deixou Aristides de Sousa Mendes morrer na miséria! Este senhor, Aristides de Sousa Mendes Salvou 3000 judeus dando-lhes permissão para entreterem em Portugal (pais neutro durante a 2ª guerra mundial), assinou todos estes passaportes sem autorização de Oliveira de Salazar e como sanção foram-lhe retirados todos os bens, foi deixado na miséria. Viu a sua  mulher morrer porque não a deixaram entrar num hospital, e até esse momento só conseguiram comer porque os judeus que ele salvou, ajudaram-no.
Não merecia este homem estar no Panteão Nacional? Não merecia todas as comemorações que existem em Portugal?
Ele hoje em dia já está morto, mas tenho a certeza que os filhos dele (que estão tentar canoniza-lo, se não estou em erro) ficariam muito felizes por finalmente o estado português de alguma forma pedir desculpa pelo que fez.

6 comentários:

  1. Concordo de tal modo com a sua posição que assinei , já há tempo, a Petição para a trasladação para o panteão Nacional.

    Mas, permita-me um reparo, as pessoas que Sousa Mendes ajudou a fugir do horror nazi, não foram só de origem judaica .

    .Até porque as vítimas de Hitler abrangeram alemães deficientes( os primeiros a serem gaseados e cremados),opositores políticos, ciganos( povo a extinguir e dos quais, numa só noite, foram milhares assassinados nas câmaras de gás e queimados - muitos em famílias inteiras - em Auschwitz -Birkenau), prisioneiros de guerra, republicanos espanhóis, povos eslavos( para os polacos , que -em proporção - morreram em maior número do que os judeus em Auschwtiz, a intenção de Hitler era de assassinar oitenta por cento e ficarem os restantes 20% para trabalho escravo). ....

    Bom final de semana.


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado, eu não fazia ideia... Quanto mais me entranho na história desta guerra mais chocada fico... E neste momento, fiquei complemente chocada com o que disse, eu não fazia ideia...
      Bom fim de semana também para si!

      Eliminar
    2. Minha linda, compreendo o seu espanto, porque o partilhei quando descobri que - apesar de se falar só nos judeus - as vítimas do nazismo eram muitos milhões e que integram todas as nacionalidades, idades, opções políticas , orientação sexual e religiões.

      O sionismo jamais teve uma palavra de memória para as restantes vítimas de Hitler e Israel foi fundado sobre massacres , que continuam: nos campos de refugiados de Sabra e Chatila , palestinianos enão só foram chacinados durante três dias!!

      Israel fundou-se sobre massacres ,
      pratica Apartheid sobre todos os não judeus e encerrou os palestinianos em dois campos de concentração: Gaza (frequentemente bombardeada até com o proibido fósforo branco) e Margem Ocidental.

      Além disso, a extrema-direita sionista /religiosa tem estreitas ligações com a extrema-direita europeia ( Partido de Marine Le Pen icluído).

      Sugiro-lhe que leia "Palestina.Paz, sim.Apartheid , não" de Jimmy Carter(Prémio Nobel da Paz e quem conseguiu os Acordos de Paz entre Egipto e Israel) e"A Grande Guerra pela Civilização" do jornalista Robert Fisk, radicado em Beirute (Líbano) há décadas.

      Abraços

      Eliminar
    3. Irei tentar arranjar os livros, e com certeza que os irei ler... Porque estava "história" cada vez me interessa mais.

      Eliminar