Translate

terça-feira, 22 de abril de 2014

O Meu Amor em Cartas

5 de Maio de 1979

Meu amor,

Hoje falarei de algo que não deves conhecer desde há muito tempo. No dicionário está referido que significa: sossego; ausência de guerra. Mas eu penso que neste momento não consegues imaginar o que isso significa. Rodeado por todas essas pessoas que te querem morto, todos tirariam prazer com a tua morte, menos nós (eu e o Sebastião). Meu amado, para mim paz significa ausência de dor, de inveja, de ganancia; significa que nós, humanos, deixamos de ser egoístas para o resto na nossa vida e pensamos em nós (comunidade) como um todo, tal como dois pequenotes apaixonados, só querem o bem um para o outro e serem felizes. Concluindo, para mim paz, é uma mentira já mais alcançada.
Eu só gostava que paz significasse para todos o que significa para mim. Quem precisa dos territórios em África quando têm o seu cantinho em Portugal? Porquê tanto sangue derramado? A nossa história é mesmo isso, banhos de sangue e cabeças decapitadas, ultimatos e zangas familiares...
Para essa história de sangue é arrastado o povo, coitado, que paga os seus impostos e tira o seu sustento da terra, é arrastado para a morte guerra após guerra.
Decidi escrever esta carta de uma forma diferente de todas outras, para inovar a nossa relação estava a tornar-se monótona. Estou a brincar meu querido!
Eu espero que ainda estejas bem, nas últimas cartas que me escreveste descrevias-te como um herói  estou contente por isso, mas só espero que todo esse heroísmo não leve a tua vida, tem cuidado meu amor.

Ainda te lembras que te amo?

Amália


Está é a carta que participa no livro "Cartas" da editora Lua de Marfim. Esta carta pertence a um conto (para adultos) que eu escrevi para um concurso (que não ganhei.) Este mini conto é constituído por varias cartas de uma mulher (Amália) que as envia ao seu marido que foi obrigado a participar na guerra colonial... O senhor acaba por morrer, mas Amália nunca acredita que o seu amor possa estar morto e por isso continua a enviar-lhe cartas, ela não consegue sequer pensar na hipótese de morrer e não voltar a beijar os lábios do seu amado.

2 comentários: