Translate

domingo, 8 de junho de 2014

Um sopro leve de vento,
Que faz baloiçar o pensamento
Para os lados do coração.

Desaprendi tudo o que aprendi
Em outra qualquer paixão.
O que ao certo descobri
Com este meu amor?
Eu não sei, mas a dor
De amar não existe mais…

E isso é tudo o que possa ser importante,
Porque não existe amor distante,

Nem medo do que dirão os demais.

2 comentários:

  1. Sabes, Poeta?
    Os ventos mudam de direcção
    Por vezes num só momento
    Muda-se o vento
    do sentimento para a razão

    Se te disserem que o amor são coisas (só) do coração
    Falam certamente da paixão...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O amor... O amor é tanta coisa que nem chega a ser! Ainda bem, que o amor não é para todos, porque a verdade é que todos os querem mas nem todos o sabem criar!

      Eliminar