Translate

sábado, 31 de janeiro de 2015



A minha vida é uma guerra constante e uma guerra tão grande que se tivesse sido rei teria conquistado Espanha… Parece que nasci para guerrear!

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Olá Blog


Pois é, fui operada ao nariz e tenho tido imenso tempo para escrever mas a verdade é que não me apetece nada. Quem me conhece, sabe que desde bebé que tenho o nariz partido e por isso esta operação não foi uma futilidade, só digo isto para que não me tomem por uma pessoa errada.
Contudo ando a pensar e muito no nome do meu próximo livro. Este livro já existe há muito tempo na minha mente, antes de escrever o livro que vou lançar agora ("No Segredo dos Deuses") já queria escrever um livro como o que estou agora a escrever. O tema base do meu livro é DRAGÕES... Sei que algumas pessoas que se esforçam para ler os meus livros porque tem algum laço comigo vão pensar "feitiçaria: que novidade!", pois mas este é o meu registo na literatura. É isto que gosto de escrever, é isto que me diverte. Além da feitiçaria eu também tenho outra vertente artística! Tenho alguns contos infantis que um dia vou publicar! Só que eu prendo publica-los todos juntos e quando tiver muitos! E também tenho poemas que gosto de partilhar, mas acho que não gostaria que fossem publicados como uma Colecção de Poemas de Joana Silva, os meus poemas são os meus problemas e quando os decido partilhar tudo bem, mas muitos deles não gosto de os ouvir ser lidos...
Contudo estou aqui para perguntar: o que pensa de "A Maravilhosa História da Carolina" como título para o meu próximo livro?

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Hoje descobri uma coisa de que há muito já ouvira falar: "recebemos mais do que aquilo que realmente damos".
Já vos contei que o direitos de autor do meu próximo livro serão doados a uma instituição de solidariedade social (CBEI de Vila Franca de Xira) e hoje desloquei-me à mesma a fim de a conhecer e deixa-me tão contente o facto de saber que vou ajudar outras pessoas ao partilhar com o mundo aquilo que amo fazer...
Eu sinto-em como um espírito que não vai ser visto por quem é ajudado, mas que sem esse espírito aquelas pessoas não poderiam ser ajudadas e eu gosto de me sentir assim... Sentir-me como uma sombra iluminada!