Translate

sábado, 16 de maio de 2015

Qual o problema da educação e outros assuntos

Após o meu anterior post um amigo publicou o que mais me pareceu uma dúvida. As pessoas que tem mau carácter são assim porque? Na sua visão (e pelo o que eu entendi) a culpa pode ser das mães e dos pais que não dão a melhor educação possível, contudo eu fico sem saber "será que é o sal que não salga ou a terra que não se deixa salgar" (é a educação que não é suficiente ou a criança que não aprende)?

No meu post contei uma história ficticia (que podia ser bem real) sobre uma rapariga violada e o meu amigo deu o caso do bulling, parte tudo do mesmo problema, porque é que as pessoas são assim?
Quanto ao prazer de forçar uma relação com alguém nada sei, contudo sei algumas coisas sobre bulling... Normalmente as pessoas estão habituadas a ouvir o lado das crianças que foram agredidas ou insultadas e nos últimos tempos comecei a pensar que seria importante contar o lado ao qual pertenci, eu já fui a pessoa que goza! Nunca bati em ninguém que não me tivesse batido antes, nunca fiz de ninguém um saco de pancada, mas penso que mexi com o lado psicológico de algumas pessoas... Porque é que o fiz? (na escola reina a lei da selva) Só gozava com outro para mostrar que era superior, para ganhar respeito, para mostrar que era forte, para ser aceite no grupo dos outros que também gozam...
Eu agora consigo ver o quão estúpido é, mas a verdade é que ou és o que agride ou és o agredido... É assim que as coisas funcionavam e continuam a funcionar.
Peço desculpa se estraguei as expectativas que alguém tinha de mim...
As vitimas de bulling são o elo mais fraco por várias razões:
  • Não se sabem defender;
  • São mais gordas que os outros;
  • São mais magras que os outros;
  • São mais feias que os outros;
  • Já sofreram na vida por outras coisas e isso mete-os logo à margem da selva;
  • Têm mais respeito e por isso não são capazes de pagar na mesma moeda;
  • São mais inteligentes que os outros.

Porque é que agora consigo perceber que tudo o que fiz é errado? (anos depois de tudo o que aconteceu pedi desculpas a quem fiz mal, nada apaga a dor que lhes causei, mas pode atenuar) Porque cresci! Isso é o problema de muitos jovens, não crescem o suficiente para um dia se tornarem adultos.

E para responder à pergunta que coloquei logo no início do meu texto: em mim, o sal salgava e a terra deixava-se salgar, mas as companhias corrompiam-me.

2 comentários:

  1. Sem dar seca
    reponho uma afirmação
    que não foi correcta
    O que eu escrevi
    repito-o aqui, e é assim:

    "A mão que embala o berço governa o mundo" é uma simplificação. O que somos, de facto, resulta de um contexto bem mais complexo e das circunstâncias que o determinam. Diria, que somos, primeiro, os pais que tivemos. Mas somos, também, a escola que vamos aceitando, a TV que sintonizamos, os partidos em que votamos..."

    O que contas no teu conto e o que agora escreves, prova que estás apta a humanizar as circunstâncias que explicam todo o desequilíbrio... a partir disso, o resto é contigo!

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado por repetir a frase, quando li o seu post não ficou marcada na minha mente como outras :)

      Eliminar