Translate

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

acordo eterno

Nós não sabíamos o que fazíamos… Ou será que inconscientemente sabíamos? Será que o nosso espírito tinha a certeza da resposta a uma questão na qual as nossas mentes nunca tinham pensado?
Se não sabíamos o que fazíamos, pelo menos tínhamos noção do que queríamos…
Pois sempre que as coisas corriam de forma diferente da que sonhávamos dizíamos que na vez seguinte seria melhor. Ainda hoje é assim se pensares bem!
Apesar de aparentemente, eu ser um desastre completo na cozinha, tu ainda não me declaraste um caso perdido, ainda tens esperança que não me esqueça de por sal ou que não fique tudo irremediavelmente queimado!
Lembro-me perfeitamente da primeira vez que demos as mãos, do nosso primeiro beijo e do primeiro amo-te…
Com todos estes pequenos atos celebramos o acordo de nos amarmos mutuamente para a eternidade, sem termos a perfeita noção do que estávamos a prometer um ao outro, ainda assim consciente ou inconscientemente cumprimos tal acordo diariamente.

Sem comentários:

Enviar um comentário