Translate

sexta-feira, 2 de junho de 2017

O Mendigo da Ponte

Ponte D. Luís - Porto
Ouço-os a passar!
Tudo estremece à sua passagem...
E o meu sono é uma miragem,
Que não consigo alcançar!

Aconchego-me melhor no cartão,
Que não me cobre por completo,
E o que se encontra mais a descoberto
É este pobre e abandonado coração.

Deito-me sozinho na noite.
Na esperança de não voltar a acordar.
Deito-me sozinho por ter sido afoite.
Por ter voltado a apostar!

Só queria que os que passam na ponte, ali!
Parassem de tirar fotos aos seus belos rostos,
E tirem-me uma foto a mim!

Tirem uma foto aos meus desgostos!
Tirem uma foto! E quando a voltarem a ver:
Conheceram alguém que já não tem mais nada a perder!

Sem comentários:

Enviar um comentário