Translate

domingo, 15 de abril de 2018

Opinião: Danças na Floresta – Juliet Marillier


Resumo:
Este livro da autora é inspirado no conto de fadas As Doze Princesas Bailarinas. É a história de cinco irmãs intrépitas, em luta com quatro criaturas sinistras, três misteriosos presentes mágicos, dois amantes proibidos e um sapo enfeitiçado. Há muitos mistérios na floresta. Jena e as suas irmãs partilham o maior de todos, um segredo fantástico que lhes permite escapar à vida diária nos campos da Transilvânia, e que mantiveram escondido durante nove anos. Quando o seu pai adoece e tem de abandonar o seu lar na floresta durante o Inverno, Jena e a sua irmã mais velha, Tati, ficam encarregues de cuidar da casa e das outras irmãs. O surgimento de uma misteriosa jovem de casaco preto faz nascer o amor numa das irmãs e, subitamente, Jena apercebe-se que tem de lutar para salvar aqueles que lhe são mais queridos. Acompanhada por Gogu , Jena tem de enfrentar grandes perigos para preservar não só as pessoas que ama, como também a sua própria independência e a da família.

Opinião: Devo admitir, este não foi um livro fácil!
Irão se aperceber ao longo desta nova crónica do blog, que eu prefiro um tipo de livros de tamanho mais reduzido, não porque o tamanho importa, mas porque o tamanho normalmente está associado a descrições demasiado perlongadas para a minha mente fértil.
As primeiras 20 páginas do livro foram simplesmente penosas! A família foi apresentada de uma forma abrupta como se já conhecêssemos toda a gente e os laços familiares pareciam demasiado forçados, as histórias do passado da família não eram completamente desvendadas, deixando o leitor sem perceber nada. Contudo, as restantes 308 são o paraíso de qualquer leitor!
É daqueles livros que nos deixam acordados até às 3 da manhã, só porque: “é só mais um capítulo”; mas nunca é só mais um capítulo! Porque queremos saber o que é que acontece a seguir… Se as 20 primeiras páginas podem ser penosas, o resto da história compensa esse pequeno esforço inicial!
Não quero revelar muito da história, ainda assim posso dizer que as personagens são quase reais, se umas são casmurras e teimosas, mantendo as mesmas ideias do início ao fim, outras são sensíveis. Tão sensíveis que a sua saúde padece devido aos eventos que se vão desenrolando.
Quase me esquecia! Quando comprei este livro fiquei tremendamente arrependida, pensei que o mundo magico que ele me iria desvendar seria infantil ou banal, como acontece na grande maioria dos livros… Mas não é! Tem um fundamento em cultura popular e a escritora fez um belo trabalho ao manter simples, o que é tão complexo!


Sem comentários:

Enviar um comentário