Translate

quarta-feira, 25 de julho de 2018

Opinião: "O Rapaz do Caixote de Madeira"


Resumo: Leon Leyson tinha apenas dez anos quando os nazis invadiram a Polónia em 1939 e a sua família foi forçada a viver no gueto de Cracóvia. Neste seu livro de memórias, Leon começa por nos descrever uma infância feliz, na sua aldeia natal e felizmente para a família, o seu caminho cruzar-se-ia com o de Oskar Schindler que os incluiu na célebre lista dos trabalhadores da sua fábrica. Na altura com apenas 13 anos, Leon era tão pequeno que tinha de subir para cima de um caixote de madeira para chegar aos comandos das máquinas. Ao longo desta história, que reproduz com autenticidade o ponto de vista de uma criança, Leon Leyson deixa-nos entrever, no meio do horror que todos os dias enfrentavam, a coragem, a astúcia e o amor que foram necessários para poderem sobreviver.
Opinião: O que se pode comentar de uma história verídica?
As atrocidades, que aconteceram na segunda guerra mundial, são tremendas… E não acredito que se possa ler este livro de outra forma que não seja em lágrimas.

Sem comentários:

Enviar um comentário